Seja bem vindos ao meu blog! :)
RSS

domingo, 31 de outubro de 2010


Ao acordar senti que ainda estavas comigo, tua pele,teu cheiro, teu toque. O espaço que sobra entre mim e você, é inexistente. Sinto como se tivesses ficado para sempre em meu ser. E agora o que faço comigo? Agora que sou dois corpos, duas mentes, são constantes as discordãncias de pensamento. E todas as decisões finais doem em mim. Sempre que um dos lados abri mão de si pelo outro, sinto alívio e sinto a abdicação. Sou você e sou eu também. Não era fácil ser um, mas agoa que sou dois, nem é fácil ,nem é difícil. É conflitante e delicioso.
Cada vez que respiras dentro de mim, sinto-me forte. Costumava observar uma vizinha com esse ar de mais forte, esse ar de quem respira por dois seres. Ela parecia envolvida por uma bolha que a separava das pessoas não apaixonadas, dos que respiram por si mesmos e estão muito bem obrigada,desse jeito.Mas eu não podia deixar de perceber suas constantes crises, sua expressão confusa, aturdida. Tudo indicava que seu futuro era em um hospício. Ah! a doce loucura dos apaixonados. Como eu achava bonito meu Deus. Eu desejei tanto, tanto, tanto.
O Bruxo do Cosme Velho, já dizia: "a melhor definição do amor, não vale um beijo." Provar o amor é provar o fruto do conhecimento do bem e do mal, e saber que o bem e o mal, na verdade são da mesma natureza e se completam. Amar é tão novo para mim e tão velho no mundo. Quantos corações apaixonados por ai, alguns despedaçados, outros curados, e o meu pulsando, é vida , é calor, cheiro de pele, entrega.Vontade de absolver o outro.Acho que Vínicius de Morais encerrra legal o texto: "Que não seja imortal, posto que é chama. Mas que seja infinito enquanto dure.

Apaixone-se sempre. Por seus amigos, seus filhos,seus pais, pelas pessoas e por você principalmente.

1 comentários:

edubc disse...

ola ver meu blog http://jesustudo.blogspot.com/